• Dia Internacional para a Redução  de Catástrofes – 13 de Outubro

O dia 13 de Outubro foi instituído formalmente pelas Nações Unidas como “Dia Internacional para a Redução de Catástrofes”, sendo motivo para a realização de acções de sensibilização com o objectivo de alertar para a necessidade de adoptar comportamentos e políticas que contribuam para o aumento da resiliência, face à ocorrência de catástrofes. Para tal, são necessárias alianças fortes e ampla participação de toda a Sociedade Civil pois a resiliência e redução de riscos de desastres devem fazer parte do progresso e das estratégias para alcançar o desenvolvimento.

dia13out

     

  • Dia Mundial para a Sensibilização do Risco de Tsunami – 5 de Novembro

A Assembleia Geral da ONU aprovou uma resolução proposta pelo Japão e Chile que cria o Dia Mundial para a Sensibilização do Risco de Tsunami. A data passa a ser celebrada anualmente  no dia 5 de Novembro e tem como principal objectivo a consciencialização das populações e comunidades para este risco.

wtd_logo

 

  • Plataforma Global para a Redução do Risco de Catástrofes – 22-26 de Maio de 2017

O México vai receber a próxima conferência global sobre a redução do risco resultante de catástrofes provocadas por riscos naturais e tecnológicos, o fórum multilateral mais importante no seu género.

Detalhes estão disponíveis no site da Plataforma Global em http://www.unisdr.org/conferences/2017/globalplatform
 isdr_cacun

 

  • Dia da Proteção Civil – 1 de Março

O dia 1 de março foi instituído como Dia da Proteção Civil, a nível mundial pela Organização Internacional de Proteção Civil (OIPC) e a nível nacional por despacho do Ministro da Administração Interna. Em 2016, evoca o tema “A importância do patamar local na promoção de Comunidades Resilientes”.

A escolha deste tema, um ano após a adoção do Quadro de Sendai para a Redução do Risco de Catástrofes 2015-2030 na 3.ª Conferência Mundial de Redução do Risco de Catástrofes das Nações Unidas, procura realçar uma das determinações centrais resultantes dos acordos entre os cerca de 200 países e governos participantes e que destaca o papel fundamental e estruturante do patamar local, nomeadamente das estruturas autárquicas, em ligação com as populações e comunidades, na implementação de estratégias que contribuam para o aumento da sua resiliência para fazer face aos riscos coletivos

 

Banner_1_mar2016_ok

 

  • Visita a Lisboa da Diretora Regional do ISDR para a Europa

Paola Albrito, Diretora Regional do ISDR para a Europa esteve de visita a Lisboa, onde participou na Conferência Internacional de Riscos Urbanos (ICUR) que se realizou de 30 de Junho a 2 de Julho de 2016. A sua apresentação abordou um conjunto único de temas interdisciplinares relacionados com riscos urbanos, abordando diversos tópicos relacionados com os conceitos e métodos de gestão de risco, metodologias de avaliação de riscos, mitigação e comunicação do risco, com especial enfoque em:

  1.  Abordagem preventiva orientados via Redução do Risco de Catástrofes
  2.  Responsabilidade dos Estados pela Redução do Risco de Catástrofes
  3.  Âmbito de aplicação e o papel da iniciativa privada 

paola_albrito

 

Ainda no contexto da visita de Paola Albrito a Lisboa, houve a oportunidade de diversos contactos com a coordenação da Plataforma Nacional de Redução de Catástrofes (PNRRC), dos quais destacamos as reuniões de trabalho mantidas com a Presidência da ANPC, e também com o Gabinete do Secretário de Estado da Administração Interna, no âmbito dos objectivos inerentes à Comissão Nacional de Proteção Civil, entidade da qual a PNRCC foi constituída como SubComissão.

 

isdr